Buscar
  • Maria Laura Veríssimo Teixeira

JANEIRO BRANCO


"Uma humanidade mais saudável pressupõe uma cultura da Saúde Mental no mundo!"

(Janeiro Branco)


Tradicionalmente, no primeiro mês do ano, as pessoas ficam inclinadas a refletirem sobre suas vidas, escolhas, valores, suas relações sociais, sobre suas emoções e sentidos de existência. Logo, esse novo começo pode ser visto como uma "página em branco", onde temos a oportunidade de reescrever nossas próprias histórias. É um momento marcado por uma simbologia de renovação. Assim, foi criado o Janeiro Branco, uma campanha do mesmo caráter do Outubro Rosa e Novembro Azul, cujo propósito é alertar para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional.


Segundo estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo (9,3% da população) e o segundo maior das Américas em depressão (5,8% da população). Ainda de acordo com a OPAS, entre 35% e 50% das pessoas com transtornos mentais em países de alta renda, como os Estados Unidos, não recebem tratamento adequado, enquanto que os países de baixa e média renda, como o Brasil, o percentual é maior, entre 76% e 85%. Os transtornos mentais representam mais de 1/3 das doenças incapacitantes do mundo.


O Janeiro Branco busca conscientizar a população e também as autoridades governamentais e legislativas do mundo no que se refere à importância de estratégias e de políticas públicas dirigidas para a promoção da saúde mental nas sociedades, na vida individual e das instituições sociais. "Campanhas geram conscientização, combatem tabus, mudam paradigmas, orientam os indivíduos e inspiram autoridades a respeito de importantes questões relacionadas às vidas de todo mundo!" (Janeiro Branco).


A campanha viabiliza palestras, oficinas, cursos, workshops, entrevistas midiáticas, caminhadas, rodas de conversa e abordagem de pessoas em todos os lugares: ruas, praças, empresas, residências, hospitais, prefeituras, entre outros. Todos os anos, desde sua criação em 2014, é definido um tema para seu enfoque e, nesse ano de 2022, o tema é “O mundo pede saúde mental”. Devido à pandemia do Covid-19, a campanha dará preferência para eventos em espaços abertos e meio online. Para mais informações, acesse o site oficial: https://janeirobranco.com.br/


O livro ‘Claros sinais de loucura – Karen Harrington’ enfatiza a necessidade de coragem para buscar ajuda. Se você sente sinais de cansaço e esgotamento mental, tristeza, depressão ou qualquer outro sintoma, peça ajuda!


“Descobri que é preciso escolher ter coragem todos os dias, como se escolhe a camisa que vai vestir. Não é automático.”

(Claros sinais de loucura; Karen Harrington)


Contatos para ajuda:

https://janeirobranco.com.br/

https://www.instagram.com/janeirobranco/

https://www.cvv.org.br/

Telefone: 188

Unidade Básica ou Serviços de Pronto Atendimento (UPA) mais perto de sua casa


Pandemia e o Covid-19: Recomendações gerais Fiocruz - Fundação Oswaldo Cruz

https://profsaude-abrasco.fiocruz.br/sites/default/files/publicacoes/cartilha_recomendacoes_gerais_06_04.pdf





Referências:

https://janeirobranco.com.br/


https://www.progresso.com.br/cotidiano/entenda-o-significado-da-camapnha-janeiro-branco/386224/


https://hospitalsantamonica.com.br/janeiro-branco/


https://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/sobre-a-ans/6138-janeiro-branco-sinal-de-alerta-para-a-saude-mental


https://www.cvv.org.br/blog/janeiro-branco-quem-cuida-da-mente-cuida-da-vida/


https://portal.ufpa.br/index.php/ultimas-noticias2/12275-campanha-janeiro-branco-conscientiza-para-a-necessidade-de-cuidados-com-a-saude-mental


https://www.who.int/eportuguese/countries/bra/pt/


https://www.paho.org/pt/brasil







22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo